A San Juan Engenharia conta com uma equipe especializada que presta serviços de assistência técnica para você não se preocupar com o seu imóvel após a entrega.

Dicas de Manutenção

Na entrega do imóvel San Juan, os proprietários recebem um completo manual de normas e procedimentos de manutenção da sua unidade com o respectivo Termo de Garantia, disponível no link abaixo, os quais permitem a conservação de seu imóvel garantindo por muitos anos excelente performance tornando sua valorização e liquidez atrativos ao mercado imobiliário.
Seguem abaixo algumas dicas de manutenção que devem ser complementadas com o manual do proprietário.

 

1 – PISOS CERÂMICOS E PORCELANATOS

Evitar o uso de detergentes agressivos, ácidos ou soda cáustica, bem como escovas e produtos concentrados de amoníaco que atacam o esmalte das peças e seu rejuntamento. Para a limpeza dos porcelanatos com brilho, a Portobello recomenda CIF SAPONÁCEO CREMOSA (ASOLAN OU UNILEVEN). Para a limpeza dos revestimentos a Portobello recomenda o uso do produto CLINIMAX, que não pode em hipótese alguma ser passado em granito ou mármore.A limpeza e lavagem destes revestimentos, só deverão ser feitas com sabão em pó neutro, utilizando pano úmido ou esponjas. Na limpeza, tomar cuidado com encontros de paredes com tetos em gesso. Semestralmente, deve ser feita a revisão de rejuntamento, principalmente na área para box de chuveiro pois a água quente com sabão ataca o material e pode provocar, no futuro, infiltrações para o andar de baixo, apesar da impermeabilização efetuada. Para refazer o rejuntamento utilizar materiais apropriados existentes no mercado e mão-de-obra especializada. Evitar excesso de água ou exposição prolongada ao sol pois podem causar manchas.

 

2 – BANCADAS DE GRANITO

As bancadas de granito estão apoiadas em cantoneiras ferro, fixadas com massa plástica, que foram aparafusadas na parede. Portanto, evite subir sobre elas.

 

3 – ESQUADRIAS DE ALUMÍNIO ANODIZADO

Não apoiar escadas ou outros objetos na superfície das esquadrias e evitar pancada sobre á mesmas. As abas das portas e janelas devem correr suavemente, não devendo ser forçadas. As guias (corrediças) devem ser limpas periodicamente e lubrificadas com pequena quantidade de vaselina líquida. Não forçar os trincos.
Seguir as instruções do fabricante, para aumentar a durabilidade das esquadrias:

 

– Limpar periodicamente com uma flanela ou pano macio seco, para remoção de poeira;
– Nos cantos de difícil acesso, usar pincel de pelos macios;
– Para remover fuligem, limpar com água quente e secar com pano macio;
– Lavar com água e sabão ou detergente diluído com água. Enxugar para remover detritos de pássaro ou sujeiras acumuladas por períodos mais longos. Uma pequena quantidade de álcool (de 5 a 10% de álcool) na água será de grande auxílio;
– Para remover respingos de tinta a óleo, graxa ou massa de vedação, passar um solvente tipo Varsol ou querosene (não usar Thiner);
– Caso ocorram respingos de cimento, gesso, ácido ou tinta, remover imediatamente com um pano úmido e, logo após, passar uma flanela seca;
– Não utilizar qualquer tipo de palha de aço;
– Não remover, em caso algum, as borrachas ou massas de vedação para evitar infiltrações indesejáveis.

 

4 – METAIS SANITÁRIOS

Deve-se proceder à limpeza dos metais sanitários ou ferragens apenas com pano úmido, pois qualquer produto químico pode acarretar remoção da película protetora, ocasionando a sua oxidação. Não utilizar esponja de aço ou similares.
Durante o manuseio de torneiras e registros não se deve forçá-los, pois isso pode danificar as suas vedações internas e provocar vazamentos. Não utilizar torneiras ou registros como apoio ou cabide.

 

5 – COMO DESENTUPIR O CHUVEIRO

Desatarraxar o crivo do corpo de chuveiro; Esfregar os dois lados com uma esponja ou um pano, aguarde um minuto e limpá-lo, esfregando com uma escova de cerda de dureza média em ambos os lados;
A seguir, atarraxar o crivo ao chuveiro. Obs.: no caso do crivo constituir uma peça única à do chuveiro, seguir as recomendações de seu fabricante.

 

6 – LIMPEZA DE RALOS

A limpeza deve ser feita mensalmente, mas não utilize objetos perfurantes nos ralos para não danificar a caixa sifonada, o que pode ocasionar vazamentos.

 

7 – MANUTENÇÃO DOS REJUNTES

Devem ser refeitos a cada 12 meses para evitar infiltrações em pisos, paredes, em torno das bacias sanitárias e em torno das bancadas de pedra.

 

Manual de Garantia

PDF_downlaod
Clique Aqui e faça o download do Manual de Garantia.